terça-feira, 28 de abril de 2015

Educador brasileiro: as dificuldades e o perfil do profissional ideal - Por Cristiane Lopes*

No atual contexto que vivemos no Brasil, exercer a profissão de educador torna-se ainda mais complexa. Além das dificuldades econômicas, estrutural, política e na formação acadêmica, os professores se deparam com uma geração de alunos que a cada dia valoriza menos os estudos.

► COMPARTILHE NO FACEBOOK
► COMPARTILHE VIA WHATSAPP

A desvalorização salarial dos professores no Brasil é vergonhosa. O piso salarial está entre os piores do mundo, somos o 36° na lista dos profissionais do ensino fundamental da rede pública e ficamos abaixo de países como Chile, Israel e Grécia.

Não é novidade que as escolas públicas brasileiras são, em sua maioria, desprovidas de estrutura que proporcione aos professores e alunos conforto durante o ano letivo. É corriqueira a falta de materiais didáticos, carteiras, quadros, computadores e até mesmo água potável.
www.castrodigital.com.br
A politicagem, especificamente nos municípios, é um dos percalços que permeiam a vida dos educadores, principalmente porque não há como promover um trabalho continuado, pois ao vencer as eleições os governantes demitem os “funcionários da gestão anterior” e colocam outros no lugar, muitos desses são despreparados, desfazendo assim um trabalho que já estava em andamento.

Desde os anos 60s que se fala numa educação social, Freire “bateu” muito nessa temática e ela foi enquadrada na Constituição de 88, no entanto, ainda hoje é notório que nem todos os professores agem de acordo com o que direcionam as teorias educacionais.


Isso acontece devido a problemas que ocorrem na formação acadêmica dos professores, que são vistos com desdém pela sociedade e por isso conseguem um diploma de qualquer forma, chegando ao mercado de trabalho totalmente despreparados para adentrar numa sala de aula. Outro problema que também implica nisso é a necessidade do resultado, as escolas, os pais e a sociedade que cobram resultados imediatos nas notas dos alunos, tudo isso pressiona os professorem a serem “tecnicistas”, abdicando da maneira correta de educar os estudantes.

Estamos em meio à geração de alunos que são apegados as redes sociais e ridicularizam a escola, o que dificulta ainda mais o trabalho dos professores. Como lidar com turmas heterogêneas e a alunos que não dão verdadeiro valor à educação?
www.castrodigital.com.br
O verdadeiro educador precisa praticar uma pedagogia social com seus alunos, buscando entender o contexto social de cada um e assim fazer com que os conteúdos estejam inseridos no seu cotidiano, além disso, é necessário estar a par das novas tecnologias e trazê-las para a sala de aula, ações como essas irão facilitar a relação professor-aluno e melhorar a aprendizagem dos estudantes.

Obviamente o professor terá que manter seu trabalho mesmo em meio à desvalorização salarial e a políticas públicas insuficientes para melhor a situação educacional do nosso país. E para que estes consigam exercer dignamente seu trabalho é preciso se ater ao perfil do novo educador, perfil esse que nos levaria ao professor ideal.
www.castrodigital.com.br
O perfil do professor ideal não é aquele que forma um aluno apenas com inserção de conteúdos, mas sim um profissional que vai mediar conhecimento e praticar corretamente o processo de ensino-aprendizagem com interação total com seus alunos.

Ser professor não é uma tarefa simples, porém se a prática educativa for agregada a valores sociais, os educadores irão deixar de formar apenas alunos técnicos para enfim formar alunos críticos-reflexivos, cidadãos capazes de transformar sua realidade social e consequentemente melhorar a sociedade em todos os aspectos.
____________________________
*Cristiane Lopes é acadêmica de Pedagogia no campus de Bacabal da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA).

COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: