segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Termina greve de parte dos bancários no Maranhão

Os bancários do Maranhão decidiram pelo fim da greve durante assembleia geral da categoria realizada na noite desta segunda-feira (6) na sede do Sindicato dos Bancários (Seeb-MA), na capital São Luis. A maioria dos bancários optou pelo fim da greve, mas os bancários de alguns bancos ainda permanecem de greve.

Compartilhe no Facebook


Os bancários dos bancos privados, Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil retornam às atividades a partir desta terça-feira (7). O Seeb-MA informou que a decisão local em encerrar a greve acompanha a deliberação da maioria dos sindicatos, que também realizaram assembleia na noite desta segunda-feira.


Os bancários do Banco da Amazônia e Banco do Nordeste continuam em greve após os funcionários rejeitarem as propostas negociadas por considerá-las "insuficientes". A decisão acompanha o deliberado nas cidades onde os dois bancos estão sediados: Belém (PA) e Fortaleza (CE), respectivamente.

Na nona rodada de negociações, realizada na última sexta-feira (3), a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) apresentou proposta de reajuste de 8,5% nos salários (ganho de 2,2% em cima do valor atual), 9% de aumento no piso salarial e 12,2% no vale-refeição. Com a proposta, os bancários teriam um reajuste real de 2,49% acima da inflação e os salários passariam de R$ 1,6 mil para R$ 1.796,45.

Os bancários do Maranhão estão em greve desde a última terça-feira (30), quando, em assembleia da categoria, decidiram iniciar a paralisação por tempo indeterminado, acompanhando a greve nacional dos bancários.

Os funcionários dos bancos exigem, dentre outros pontos de pauta, reajuste salarial de 12,5%, reposição de perdas salariais, contratação de novos bancários, isonomia e fim das demissões imotivadas. A exigência dos bancários, inicialmente, era de R$ 2,9 mil de reajuste que tinha como base o piso sugerido pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), instituto que fornece pesquisas e assessora o movimento sindical brasileiro.

COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: