terça-feira, 3 de setembro de 2013

Acadêmicos da UEMA de Bacabal realizam protesto contra falta de professores

Acadêmicos do Campus de Bacabal da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA) realizaram um protesto pacífico na noite de segunda-feira (02). A Manifestação foi encabeçada por estudantes do curso de Direito, mas também teve a participação de alunos de outros cursos.

Compartilhe no Facebook


A principal reclamação dos estudantes é a falta de professores. Mas eles também reclamam da falta de estrutura do Centro de Estudos Superiores de Bacabal (CESB) e da demora em finalização da obra de construção do prédio, que já se arrasta por vários anos.


O protesto começou no prédio da UEMA e saiu percorrendo algumas ruas do centro da cidade. Veja abaixo algumas fotos tiradas por celulares dos participantes do movimento.

No momento, há um processo seletivo com inscrições abertas que oferece 05 (cinco) vagas para professores do curso de Direito - clique aqui para ver o edital. O Portal Castro Digital, através da página de contato, está a disposição da direção da UEMA caso queira se manifestar sobre o assunto.








CADASTRE SEU E-MAIL PARA RECEBER AVISOS DE NOVAS POSTAGENS
Preencha seu e-mail abaixo, em seguida acesse seu e-mail e procure na sua caixa de entrada ou lixo/spam uma mensagem com o assunto Activate your Email Subscription to: Nova postagem no Castro Digital, abra e clique no link de confirmação.



COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Os comentários devem ser relacionados com o assunto da matéria. Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: