terça-feira, 23 de abril de 2013

Por que os professores do Maranhão estão em greve? Veja os motivos

Os professores da rede estadual de ensino do Maranhão entram em greve a partir desta terça-feira (23) por tempo indeterminado. O motivo principal é a luta pela aprovação do Estatuto do Educador do Maranhão, cujo governo vem enrolando há exatamente dois anos, desde a última greve que aconteceu pelo mesmo motivo, no início de 2011.

Veja mais abaixo a lista completa de reivindicações dos professores do Maranhão

Durante todo esse tempo, representantes dos profissionais da educação, através do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estadual e Municipais do Estado do Maranhão (Sinproesemma), juntamente com os técnicos do Governo do Maranhão, se reuniram por diversas vezes e construíram juntos o texto do Estatuto. Porém, mesmo depois dele estar pronto, a Governadora Roseana Sarney nunca o enviou para apreciação e votação na Assembléia Legislativa. E mais: recentemente, numa atitude covarde e antidemocrática, deu ordens para que seus técnicos, sem a participação dos professores, alterassem o texto do Estatuto que, caso seja aprovado com essas alterações, vai prejudicar todos os educadores.


Na alteração do texto, foram identificados sérios prejuízos à carreira dos educadores, entre os quais estão a exclusão do mecanismo que garantiria as progressões automáticas; retirada de gratificação de risco de morte; da gratificação para os educadores que residem longe dos seus locais de trabalho – difícil acesso; do mecanismo de redução da carga horária por tempo de serviço; exclusão da Gratificação de Atividade do Magistério (GAM) aos trabalhadores que vão se aposentar; retirada da promoção e muitos outros itens prejudiciais aos trabalhadores e à educação pública.

A greve dos professores estaduais coincide com a paralisação nacional da categoria que deve durar três dias (23, 24 e 25 de abril), período em que acontece a Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública. A paralisação será feita por todos os professores da rede pública municipal e estadual, enquanto a greve por tempo indeterminado relatada nesta matéria, somente pelos professores da rede estadual do Maranhão.

VEJA A LISTA DE REIVINDICAÇÕES DOS PROFESSORES DO MARANHÃO


• Estatuto do Educador Negociado e Consensuado, incluindo professores, especialistas e funcionários de escola;
• Imediata efetivação de 25 mil progressões, 1.500 promoções e 1.500 titulações;
• Eleição direta para diretor de escola;
• Correção do Piso Salarial aplicado linearmente na Nova Tabela Salarial;
• Ampliação do ProFuncionário;
• Gratificação de 30% para quem concluiu o ProFuncionário;
• Cumprimento integral da jornada extraclasse de 1/3;
• Nomeação dos excedentes do concurso de 2009;
• Realização de concurso público amplo com vagas suficientes para contemplar a necessidade de professores, especialistas e funcionários de escola;
• Equiparação salarial entre efetivos e contratados;
• Melhores condições de trabalho

CADASTRE SEU WHATSAPP PARA RECEBER AVISOS DE NOVAS POSTAGENS
Clique aqui para se cadastrar (link só funciona pelo celular, vai abrir uma conversa no WhatsApp)


CADASTRE SEU E-MAIL PARA RECEBER AVISOS DE NOVAS POSTAGENS
Preencha seu e-mail abaixo, em seguida acesse seu e-mail e procure na sua caixa de entrada ou lixo/spam uma mensagem com o assunto Activate your Email Subscription to: Nova postagem no Castro Digital, abra e clique no link de confirmação.



COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Os comentários devem ser relacionados com o assunto da matéria. Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

Um comentário:

  1. É uma vergonha que os professores tenham que lutar por algo que é deles por direito. O Brasil está vergonhoso, o Maranhão é uma vergonha. O professor que é a base de toda formação, deveria ter condições dignas de trabalho, bem como uma ótima remuneração, mas não, eles tem que lutar por um mínimo de dignidade e a governadora e a mídia ainda são capazes de criticá-los. É triste!!

    ResponderExcluir