terça-feira, 27 de março de 2012

BR 135, a estrada da morte no Maranhão

Já virou rotina para os maranhenses as notícias sobre mortes na BR-135. Quase que diariamente ocorrem acidentes graves na área. A situação piora nos finais de semana, onde o movimento aumenta, com pessoas deixando e retornando à capital.

O problema é que por terra, não há outra alternativa. O acesso à ilha de São Luís se dá apenas pela BR-135. Até aí tudo bem. Mas o que não dá para entender é porque uma rodovia tão importante, e de fluxo tão intenso de veículos, ainda não foi duplicada.

Quantas vidas já foram perdidas? quantas famílias mutiladas e com suas histórias interrompidas nas curvas da estrada? Diversos governantes prometeram em suas campanhas a duplicação da BR, mas até agora nada foi feito.

Prazos foram dados, datas marcadas para o início das obras e tudo continua do mesmo jeito. Sabemos que por se tratar de uma rodovia federal, os recursos devem vir do governo federal, mas para isso nossas autoridades e representantes competentes devem pressionar e cobrar da Presidência da República.

Enquanto isso ficamos à mercê da sorte, rezando para que Deus livre nossos parentes e amigos. Ou simplesmente ficamos literalmente “ilhados”, evitando deixar São Luís de carro ou de ônibus. O superintendente do Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes (DNIT) no Maranhão precisa dar uma satisfação aos maranhenses. E enquanto a duplicação não ocorre, é necessário ações de controle do tráfego para evitar mais acidentes.
________________
Referência: Dayse Karol - Jornalista do Blog do Luís Cardoso.
CADASTRE SEU WHATSAPP PARA RECEBER AVISOS DE NOVAS POSTAGENS
Clique aqui para se cadastrar (link só funciona pelo celular, vai abrir uma conversa no WhatsApp)


CADASTRE SEU E-MAIL PARA RECEBER AVISOS DE NOVAS POSTAGENS
Preencha seu e-mail abaixo, em seguida acesse seu e-mail e procure na sua caixa de entrada ou lixo/spam uma mensagem com o assunto Activate your Email Subscription to: Nova postagem no Castro Digital, abra e clique no link de confirmação.



COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Os comentários devem ser relacionados com o assunto da matéria. Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: