segunda-feira, 27 de abril de 2015

Deputado César Pires é CONTRA concurso para professor no Maranhão

Enquanto os professores do Maranhão esperam ansiosamente a realização do concurso público anunciado pelo Governo, o deputado estadual César Pires (DEM), defendeu na sessão da Assembleia Legislativa do Maranhão na quarta-feira (22), a estapafúrdia proposta de que o Governo do Maranhão promova a realização de Processo Seletivo na área da Educação. No final da matéria, há o link para leitura do discurso na íntegra.

► COMPARTILHE NO FACEBOOK

Segundo o deputado, ele disse que elaborou um Projeto de Lei para tornar possível a contratação, por tempo indeterminado, de pessoal para atender a necessidade temporária de excepcional interesse público, na área da Educação. Nessa caso, um deputado que tem o desejo de realizar seletivo para contrato por tempo indeterminado, definitivamente pode ser taxado de contra a realização de concurso público.
www.castrodigital.com.br

Pires lembrou que, no ano de 2009, teve a chance de acompanhar um Processo Seletivo Meritório, que garantia a qualidade e a oxigenação de novos professores, na Rede Pública Estadual. "Infelizmente, essa situação foi desmantelada ao longo do tempo, e vejo aqui o Governo do Estado alardear que quer mudar a questão do IDH, e até que me provem o contrário, o IDH está vinculado também à questão educacional", frisou César Pires.

Ele acrescentou que, como um homem que há mais de 30 anos luta na área da questão educacional, que não se pode fazer um Processo Seletivo observando apenas o diploma, porque em casos como o de quase quarenta mil inscritos para ser analisados 12 dias, por exemplo, a questão da análise do mérito do conteúdo fica prejudicada.
www.castrodigital.com.br
"Portanto, o que nós estamos propondo é que haja um seletivo meritório para ano que vem (2016), no qual o conteúdo seja analisado. Quando fizemos à época, oxigenamos em 75%. E que os diplomas sejam analisados, tão logo essas pessoas consigam superar acima de cinco, diminuindo a carga de professores inscritos e a análise seja mais justa, se for o caso, apenas para desempate ou quando sejam colocadas umas questões maiores de provas de mesmo nível”, explicou.
www.castrodigital.com.br
Ao finalizar seu discurso, César Pires pediu apoio à sua proposta, especialmente na pessoa do líder do Governo, deputado Rogério Cafeteira; e dos líderes de Blocos que compõem o Plenário da Casa. “Por fim, aproveito para dizer que respeitei qualquer vício de iniciativa quando remeto ao governo do Estado um Projeto de Lei, enxuto, guardada a questão da expectativa temporal de assim poder executar, sem perder de vista o mérito de conteúdo na escolha dos nossos professores, fique certo, professores que não conseguem tirar cinco em uma prova não podem ensinar em lugar nenhum deste Estado. Ou então nós vamos fazer pacto com a ignorância, pacto com uma política rasteira, pacto com uma política totalmente divorciada dos discursos de todos nós que pretendemos mudar os rumos da história no campo educacional do nosso Estado”, ressaltou César Pires.

Com essa ideia, o deputado dá um tapa na cara dos professores que anseiam por concurso público, prometido pela ex-governadora Roseana Sarney, de quem Pires é aliado, e anunciado pelo novo governador Flávio Dino, mas ainda não realizado. E os professores excedentes do concurso de 2009, que lutam pela nomeação, da mesma forma recebem esse tapa. Deputados que aderirem a essa ideia de contrato, da mesma forma que César Pires, também são contra a realização de concurso público.
www.castrodigital.com.br
Ainda bem que ele não é mais secretário de estado da Educação, cargo que ocupou em 2009. O deputado diz que "há mais de 30 anos luta na área da questão educacional", imagina quais seriam suas ideias se não lutasse?

Texto do DISCURSO na integra - arquivo em Pdf
Ou se preferir
Ouça o discurso em áudio

______________________
Com informações e foto da Agência Assembleia.

COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

Um comentário:

  1. Sinceramente um representante do povo não pode ter uma visão dessa, ter esses políticos que nos representa é de fazer vergonha essa postura não é digna de um de quem foi escolhido para nos representar ainda por cima da área de educação

    ResponderExcluir