domingo, 6 de outubro de 2013

Identificados 2 homens que assassinaram PM em Vitorino Freire durante assalto aos Correios

Segundo informações da Polícia Militar, foi identificado dois homens que assassinaram um cabo PM na tarde de sexta-feira (4), durante assalto à agência dos Correios em Vitorino Freire - MA. Na ocasião, o policial militar Osvaldo Viana Vale (45 anos) foi morto com dois tiros na nuca no momento do assalto. Ele era lotado no 15º Batalhão de Polícia Militar (BPM) e residia em Bacabal - MA.

Compartilhe no Facebook


O nome de um dos assaltantes, o acusado de desferir os tiros, é Peterson Róbson de Araújo (fotos abaixo), conhecido pela alcunha de Mossoró. Segundo levantamentos da polícia, ele e os comparsas já estariam na cidade de São Luis em um Corola, cor preta.

O homem que está sendo procurado é de alta periculosidade, especializado em assalto a bancos, joalherias e agências do Correio. Em 2010 ele foi preso pela Polícia Civil do Piauí, como participante de um assalto à agência do Banco do Brasil de Luzilândia, no Piauí.

Ele cumpria pena em São Luis, de onde fugiu no início deste ano do Centro de Detenção Provisória. Segundo investigações da polícia, foi ele que assassinou a tiros duas pessoas em Timon, no mês de agosto deste ano. Mossoró teria atirado em Maria Ivonete dos Santos (20) e Elicarlos dos Santos Sousa (30) depois de colocar os mesmos de joelhos.

O acusado é também apontado pela Polícia Civil como um dos autores do roubo a uma joalheria em junho deste na rua Grande, em São Luis. Contra ele pesa a suspeita de que tenha praticado roubo contra a agência dos Correios de Santa Inês, no mês de agosto. O mesmo foi identificado atrás de imagens do circuito interno dos correios e de um posto de combustível.

Atualização às 6h de segunda-feira (7)

O segundo envolvido trata-se de Manasérgio Sérgio Dourado que também usa o nome de Perivaldo Frazão Braga. Manasérgio ou Perivaldo é considerado de alta periculosidade e se destaca pela frieza e crueldade. Manasérgio ou Perivaldo foi preso no dia 21 de dezembro de 2012,depois que em companhia de outros assaltantes aterrorizaram o Banco do Brasil de Paulo Ramos e ainda explodiram o Bradesco, em Guimarães, no mês de julho, e o Banco do Brasil de Governador Newton Belo, em outubro, daquele ano.

Na ocasião Manasérgio foi preso com a identidade de Perivaldo Frazão Braga, 28 anos, e os irmãos Valdemir, “Beni” ou “Baleado”, 36 anos, que utilizava o nome falso como Wanderson Carreiro de Silva e Alberon Laurindo Flores. O coordenador de Combate a Roubos a Instituições Financeiras, o delegado Luís Jorge, disse na ocasião que os assaltantes deixaram explosivos na agência bancária de Paulo Ramos e por meio de alguns iniciais e informações que estavam nesse material a polícia conseguiu encontrar o paradeiro dos assaltantes.

Em poder de Perivaldo Frazão a polícia encontrou materiais explosivos, sendo que era na casa de Perivaldo a fabricação das bananas de explosivos para os assaltos a bancos no estado. Porém, na noite de 11 de agosto de 2013, o mesmo conseguiu fugir do Bloco C, do Presídio São Luís II, em Pedrinhas, em companhia de José Francisco Chagas Fernandes; José Raimundo Chaves Fernandes e Ivan Oliveira. A polícia também já tinha identificado outro envolvido na morte do Soldado Osvaldo. É Peterson Róbson de Araújo, conhecido por “Mossoró”, também de alta periculosidade.

Peterson Róbson de Araújo


Manasérgio Sérgio Dourado ou Perivaldo Frazão Braga

DISQUE DENÚNCIA

_____________________
Com informações da Assessoria de comunicação do 15º BPm e do Blog do Louremar.

COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: