quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Policial civil de Bacabal é assassinado em Vitorino Freire - MA durante operação

O policial civil João Elvídio Silva Filho (36 anos) foi assassinado com um tiro de revólver na cabeça, na noite desta quinta-feira (15) em Vitorino Freire - MA quando participava de uma operação policial para prender traficantes. O agente morava em Bacabal e era casado com a guarda municipal Djanira Costa.

Compartilhe no Facebook


João (foto abaixo) era lotado na delegacia Regional de Bacabal mas trabalhava em Vitorino. Em Bacabal, antes de ser policial, ele também exerceu o cargo de guarda municipal.

Atualização às 7:00 hs de sexta, 16/ago/13.

Segundo informações da polícia, quem cometeu o crime é conhecido como Denis Pacífico, ele é proprietário de uma oficina de motos em Vitorino e envolvido com tráfico de drogas. Ele conseguiu fugir do local do crime. Francisco Silva Borges Filho, comparsa dele, foi preso e no local foi encontrado cerca de 60 kg de maconha prensada.

O corpo do policial foi enviado para exame no Instituto Médico Legal (IML) em São Luis - MA. Quando voltar, o velório acontece em sua residência, na VP 7, Cohab 2, Bacabal.


Após a morte do policial, policiais militares e civis de Bacabal se deslocaram para reforçar o contingente em busca do criminoso. Ele foi encontrado escondido numa casa. Ao ser abordado, reagiu e foi atingido pela polícia. Denis Carvalho Sousa (31 anos), que matou o policial, também morreu.

Leia também:
Traficante que matou policial em Vitorino Freire é morto em confronto com a polícia, reportagem com FOTOS e DETALHES da operação

Vídeo da reportagem sobre a operação policial



COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: