sábado, 15 de junho de 2013

Vídeo da presidenta Dilma sendo vaiada na abertura da Copa das Confederações 2013

A presidenta Dilma Rousseff recebeu uma sonora vaia de mais de 67 mil pessoas na tarde deste sábado (15) quando declarou aberta a Copa Das Confederações FIFA 2013. O vídeo abaixo mostra o momento exato da vaia, que aconteceu antes da partida de abertura da competição, entre Brasil e Japão.

Compartilhe no Facebook


A vaia representou a indignação da população com o fato do governo brasileiro gastar bilhões de reais com estádios de futebol e demais itens para montar a infraestrutura para esta competição e para a Copa do Mundo de 2014. Estes eventos trazem alegrias momentâneas, são acontecimentos que em nada contribuem para a qualidade de vida da população.

Enquanto isso, pouco dinheiro, que sobra da corrupção dos políticos, é gasto em investimentos na educação e na saúde pública. Assim, o Brasil torna-se um país de aparências que caminha para o primeiro mundo, mas a qualidade de vida do povo continua de terceiro mundo.

A vaia também pode ser considerando uma forma de apoio às diversas manifestações contra o aumento na passagem do transporte público coletivo em diversas cidades do Brasil e também protestos que aconteceram antes desse jogo de abertura, nas proximidades do estádio Mané Garrincha em Brasília - DF.

Veja abaixo o vídeo que mostra o momento exato em que a presidenta Dilma recebeu uma vaia de milhares de pessoas na abertura da Copa das Confederações 2013:



COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: