quinta-feira, 13 de junho de 2013

Delegada Clenir Reis é presa por extorsão, ela já trabalhou em Bacabal

A delegada Clenir Reis, titular da Delegacia da Mulher em Açailândia - MA, foi presa no início da tarde desta quinta-feira (13) por extorsão. Recentemente ela foi transferida para lá e antes atuava na cidade de Bacabal, sendo titular da mesma delegacia por sete anos. O marido dela, Edilson Ferreira dos Reis, e uma outra pessoa, Reinaldo Marra de Castro Junior, também foram presos, eles agiam com informações privilegiadas, fornecidas pela delegada, para praticar crimes.

Compartilhar no Facebook


Ela já vinha sendo investigada há alguns meses pelo delegado regional de Açailândia, Vital Rodrigues de Carvalho, e pela promotora de justiça da correção e controle externo da policia civil, Camila Gaspar Leite. Eles documentaram vários casos, com potencial para cerca de 100 vitimas, que a delegada solicitou propina para não levar a termo investigações na esfera da delegacia da mulher, tais como pedofilia, estupro contra vulneráveis e violência contra mulheres.

O caso de extorsão foi praticado contra o blogueiro Sininger Vidal (Blog Rei dos Bastidores), após o mesmo publicar uma série de denúncias de irregularidades contra o proprietário da boate e do bloco Piratas, Stenio Willian Coelho. Desde então o empresário passou a chantagear o blogueiro para que o mesmo parasse de publicar as denúncias, mas não conseguiu.
www.castrodigital.com.br
Foi então que o empresário teve a ideia de se associar a uma outra pessoa, conhecida como Junior, que sugeriu ao empresário que fizesse uma denúncia de pedofilia para o disque 100 (Direitos Humanos) e que a delegada se encarregaria de providenciar as provas. E a delegada começou a chantagear o blogueiro em busca de dinheiro para que não produzisse provas contra ele.

O blogueiro relatou em sua página que vinha sendo coagido “pela quadrilha montada pela delegada a pagar um valor extorsivo de R$ 5 mil, para que ela não o incriminasse com provas forjadas”.
www.castrodigital.com.br
Mas o blogueiro procurou as autoridades policias e a promotoria a fim de denunciar a coação que vinha sofrendo por parte da delegada Clenir e Stenio, no que foi prontamente atendido com a disponibilização pelo secretario de estado de segurança publica do Maranhão, Aluísio Mendes, indicando o delegado Leonardo do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (DEIC) da capital para dirigir as investigações, que culminarão na prisão da delegada.
www.castrodigital.com.br
Clenir foi presa dentro de um carro no momento que se encontrava com o blogueiro, concomitantemente no momento em que se cumpriu mandados de prisão contra a delegada e outras duas pessoas sendo um pelo caso do blogueiro e um outro mandado de prisão por outros casos apurados anteriormente pelo delegado Vital. O juiz de direito da comarca de Açailândia, André Bogéa Pereira Santos, expediu ainda mandado de busca e apreensão para o apartamento da delegada e de seu preposto Junior, em busca de documentos, armas, drogas, dinheiro e etc.
www.castrodigital.com.br
Os presos, Clenir (foto ao lado no momento da prisão), Junior e o esposo da delegada, foram levados para a delegacia regional de Imperatriz e deverão ser transferidos posteriormente para capital onde permanecerão presos e serão ouvidos ao passo que o empresário Stênio deve ser ouvido em Açailândia, bem como outros suspeitos de integrar a quadrilha na condição de delatores. Fazendo uma busca ativa no meio da sociedade de possíveis vitimas para o golpe da delegada, a força tarefa deve ouvir também dezenas de vitimas já identificadas.

COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: