quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Microsoft anuncia morte do MSN Messenger

A Microsoft anunciou nesta terça-feira (6) a morte do MSN Messenger, ou seja, um dos maiores e mais tradicionais sistemas de mensagens instantâneas do mundo será desativado. No lugar dele, os usuários do MSN poderão usar o Skype, que foi comprado recentemente pela Microsoft.

“Vamos aposentar o Messenger em todos os países [menos na China continental] no primeiro trimestre de 2013”, informou a companhia, por meio de comunicado. Também saem de uso aplicativos para celulares e tablets que permitam o uso do serviço.

A integração dos serviços entre MSN e Skype começou há algumas semanas, quando foi lançada uma nova versão do Skype, que permite que as pessoas se conectem ao Skype usando uma conta da Microsoft. O Skype já pode ser usado em diversas plataformas de smartphones e tablets, além dos desktops. Do Skype, você também pode ligar para telefones do mundo inteiro, seja fixo ou celular, este o objetivo principal do programa.

A substituição do MSN pelo Skype já começou nesta terça-feira (6). A companhia afirma que os usuários do Messenger já podem instalar a versão mais recente do Skype e fazer o login com a conta da Microsoft. A empresa garante que os contatos do Messenger já estarão integrados ao Skype.

Se você já estava usando o Skype, pode conectar as duas contas [a do Skype e a do MSN] e juntar os contatos dos dois serviços. Os contatos são integrados imediatamente. Já estando no Skype, o usuário pode se comunicar com seus amigos que já migraram ou com os que ainda estão no MSN.

Com o novo Skype, os usuários terão acesso a funções como chamadas em vídeo para celulares, chamadas para amigos do Facebook, videoconferências em grupo e compartilhamento de tela.

O MSN tem mais de 30 milhões de usuários no Brasil - o país é o mercado número um do serviço, que tem mais de 100 milhões de usuários no mundo. Um estudo divulgado em julho pela E.life aponta que o MSN é o terceiro serviço mais usado pelos internautas brasileiros - apenas Facebook e Twitter são mais populares que ele. Para o levantamento foram entrevistadas 1.316 pessoas entre novembro de 2011 e fevereiro de 2012, segundo a E.life.
COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: