sexta-feira, 21 de setembro de 2012

Prefeitura de Bacabal faz funcionários passarem fome sem receber salários

A Prefeitura de Bacabal, através do atual prefeito, o médico Raimundo Nonato Lisboa, está causando diversos transtornos aos funcionários públicos municipais. E tudo por apenas um único motivo: o não pagamento dos salários, que estão atrasados há meses.

Leia reportagem completa, em seguida comente com seu perfil do Facebook ou Google/Blogger.

Esta semana a reportagem do Portal Castro Digital conversou com uma auxiliar de serviços gerais, funcionária concursada da Prefeitura de Bacabal. Ela, sendo a única pessoa que trabalha na família, tem que sustentar a mãe, que está doente, a irmã desempregada e mais as crianças.

Segundo o relato, amigos fizeram uma campanha e arecadaram dinheiro para comprar uma cesta básica para a família, se isso não tivesse acontecido, eles estariam passando fome.

Mas nem todos os funcionários têm amigos de quem podem ganhar cesta básica. Certamente, estes sim, sem contar com ajuda, estão passando fome ou extrema necessidade. E mesmo quem ganha cesta, como o caso dessa ASG, não dura a vida toda.

No final de 2010, uma professora da rede municipal de educação de Bacabal, vendo chegar o fim do ano e percebendo que ia ficar sem ceia no natal, chegou até a pedir compaixão ao prefeito Lisboa para que pagasse seu salário.

O pior de tudo isso é que a justiça do Maranhão, pelo menos a estadual, apóia esse atraso de salário. No dia 29 de agosto deste ano, o juiz da 1ª vara de Bacabal, Celso Aranha Pinheiro Júnior, expediu uma liminar determinando o pagamento do salário atrasado dos funcionários públicos de Bacabal. Para isso foi congelado o valor de mais de R$ 200 mil proveniente do Fundo de Participação do Muncípio (FPM).

Mas na semana seguinte, o presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargador Antonio Guerreiro Júnior, expediu uma liminar derrubando a decisão do juiz local e liberando o dinheiro para a prefeitura. Assim, os funcionários que esperavam receber os salários atrasados, ficaram a ver navios e muitos, como já disse, passando fome e necessidade.

O fato da Prefeitura de Bacabal atrasar o salário dos funcionários públicos não é de agora, mas se arrasta há anos. E o motivo disso ninguém sabe, afinal as verbas para pagamento vêm todos os meses.

E mais: com centenas de servidores sem receber salário, atrapalha também o comércio e a vida do empresariado local, pois estes ficam sem receber os pagamentos das compras feitas pelos servidores.

O caso relatado acima da ASG é apenas um, dentre vários que existem. E enquanto os servidores não recebem pagamento, o prefeito Lisboa tem todo dinheiro e o conforto do "bem bom" da sua bela mansão (Foto abaixo por Google Street View).



COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

3 comentários:

  1. Se eu fosse servidor concursado desse município e tivesse passando por essa situação, eu faria todos os dias protestos com cartazes na porta da mansão do Prefeito. Não é ilegal.

    Eis a frase: "Seu luxo é uma vergonha, e meu salário está no teu lixo"

    ResponderExcluir
  2. Eu não voto em vereadores que não fazem o dever de casa. Esse Prefeito já deveria ter perdido o cargo se o Presidente da Câmara (Manoel da Concórdia) cumprisse o que manda o Regimento Interno daquela casa.

    Sem contar também que não houve investigações dos vereadores sobre como o Prefeito conseguiu obter todo seu suntuoso patrimônio, mas o que eu vi foi muita bajulação e autopromoção.

    É claro que teve vereador que tentou, a exemplo de Liduina que entrou com uma representação contra o Prefeito condenado pela justiça. Se não deu em nada, foi por culpa dos bajuladores.

    Pesquise sobre o seu vereador antes de votar nele. Isso pode fazer diferença.

    ResponderExcluir
  3. O Prefeito de Bacabal também está mostrando um péssimo trabalho na área da educação, professores com carga horária de 40h não são remunerados conforme a lei exige (lei do piso), e sem contar que no 2º semestre de 2010 chegaram a trabalhar dois turnos a semana inteira e aos sábados (mais de 40 h), sem tempo até pra elaborar aulas, corrigir atividades e provas,desrespeitando completamente os direitos dos profissionais da educação.

    ResponderExcluir