quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Coordenador geral da Uemanet realiza reunião com alunos do pólo de Bacabal

O coordenador geral da Uemanet, professor Antonio Roberto Coelho Serra, participou de uma reunião com os alunos do pólo de Bacabal na tarde desta quarta-feira (12). A Uemanet é o Núcleo de Tecnologia para Educação a Distãncia da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA).

Leia até o final e veja os novos cursos que a Uemanet planeja implantar já em 2013. Comente com seu perfil do Facebook ou Google/Blogger.

Também estava presente a coordenadora dos cursos de Formação Pedagógica e Pedagogia Complementação, professora Lourdes Maria Paula. Eles vieram participar da formatura 2012.2 da UEMA, que foi realizada a noite, e a professora Vanilde Salete Silva Viana, coordenadora do pólo de Bacabal da Uemanet, organizou o encontro no campus da UEMA com os alunos locais da Uemanet.

O professor Antonio Roberto ressaltou os avanços que a Uemanet alcançou ao longo dos anos. A equipe de colabores atualmente conta com 170 pessoas na produção de vídeo aulas e materiais didáticos. As aulas, que no começo eram gravadas com filmadora doméstica, agora são feitas num estúdio que está entre os mais avançados do Brasil para gravação de vídeo aulas. A Uemanet atende atualmente cerca de 16 mil alunos espalhados por todo Maranhão.

Os alunos que estavam presentes, dos cursos de graduação e de cursos técnicos do programa e-Tec Brasil, puderam não apenas ouvir as explanações do professor, mas também fizeram algumas reclamações e solicitações inerentes à necessidade de cada curso.

Um dos problemas que a Uemanet está passando atualmente é o atraso na entrega das apostilas impressas para todos os cursos. Isso se deu a um problema com a gráfica que venceu a licitação e é responsável pela impressão desse material. A empresa não tem a capacidade de imprimir grande quantidade de material, por isso o motivo do atraso. Outro fato também é que em época de eleições, todas as gráficas estão ocupadas na produção de material de campanha dos candidatos.

Os alunos dos cursos de graduação reclamaram sobre a falta de informações para realização das provas presenciais. Segundo eles, no ambiente virtual é postado somente a data e horário da prova, sem informações sobre o local exato de realização. O fato causa inúmeros transtornos para os alunos que comparecem para fazer a prova no campus da UEMA de Bacabal, no entanto ao chegar no local, recebem a informação de que a prova é numa escola no centro da cidade. Assim, têm que se deslocar às pressas para achar o local e não perder a prova, e alguns até mesmo chegam a perder a avaliação.

A professora Lourdes Paula fez diversos esclarecimentos para os alunos sobre a seleção de professores e tutores, prazos de entrega e correção de atividades, funções de cada um dos integrantes da Uemanet no ambiente virtual, dentre outras.

No final da reunião, a reportagem do Portal Castro Digital conversou com exclusividade com o professor Antonio Roberto, coordenador geral da Uemanet.

Castro Digital: Como está a aceitação da educação a distância pela população maranhense?
Prof. Antonio Roberto: Em geral a receptividade do povo maranhense e população em geral com relação a cursos a distância vem sendo cada vez mais crescente e positiva. Durante algum tempo de fato se constatava muitas resistências em função do desconhecimento que as pessoas tinham de como se davam essas ofertas de cursos, mas ultimamente, em função até dos resultados obtidos, em avaliações externas como o Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), tem se comprovado que nos cursos a distância, seus estudantes têm tanto mais eficacia quando qualquer outro curso presencial. Então em função disso, dessa desmistificação de que os resultados de cursos a distância sejam inferiores, agente começa perceber que a população de maneira geral tem estado aberta para cursos dessa natureza.

Castro Digital: Atualmente a Uemanet oferece cursos técnicos de nível médio, graduação, pos graduação e aperfeiçoamento. Mas uma modalidade de cursos bastante na moda, são os tecnólogos (cursos técnicos de nível superior em até 2,5 anos), quais os projetos da Uemanet para implantação desses cursos?
Prof. Antonio Roberto: Já temos um curso de tecnólogo em andamento, trata-se do curso de Tecnologia em Alimentos. Ele tem sido feito a distância pelo Centro de Ciências Agrárias da UEMA com a intermediação da Uemanet. E em função dessa primeira experiência com curso de tecnólogo, estamos desenvolvendo um curso de Técnico em Alimentos, que seria na modalidade subsequente ao ensino médio. Mas já temos em vista para lançamento a partir do ano de 2013, pelo menos mais dois cursos de tecnólogo a distãncia, seria o curso de Tecnologia em Construção Civil e um outro curso, que ainda está sendo planejado, na área de meio ambiente. Todos esses cursos financiados e em parceria com a rede e-Tec brasil, um programa do governo federal.

Castro Digital: Além do atual problema de atraso de apostilas, que outros problemas são enfrentados pela Uemanet?
Prof. Antonio Roberto: Nossas maiores dificuldades estão relacionadas a infra estrutura, basicamente nos pólos de apoio presencial onde realizamos nossos cursos. Em geral, dificuldades relacionadas à velocidade de internet, que é nosso grande veículo de comunicação para oferta dos cursos, sem ela não conseguimos disponibilizar um bom ambiente virtual de aprendizagem, e os nossos alunos perdem o acesso. Em muitos municípios não temos provedores de internet, em outros não temos uma rede de telecomunicação instalada ou mesmo uma rede elétrica que consiga atender a todas as demandas que estão sendo instaladas e por causa disso agente sofre com essas dificuldades estruturais. Esses são nossos principais obstáculos para realização de um curso a distância sem maiores problemas.

Castro Digital: Gostaria de acrescentar mais alguma informação?
Prof. Antonio Roberto: A UEMA é uma instituição pioneira na região nordeste no que tange a oferta de cursos superiores a distãncia, já acumula uma experiencia de 14 anos nessa modalidade de ensino e paulatinamente ela vem fazendo investimentos e solidificando essa trajetoria com aquilo que há de mais moderno e adequado às práticas academicas voltadas ao processo de aprendizagem dos alunos. No Maranhão a UEMA hoje é a instituição que mais está capilarizada em municipios, a que mais está oferecendo cursos superiores, e maior conjunto de cursos superiores a distancia. Isso faz da UEMA a maior universidade do estado e a coloca numa posição de comprometimento com a formação da população maranhense numa perspectiva de transformação social a partir da educação.

Veja abaixo as fotos da reunião. Nas duas primeiras imagens, da esquerda para a direita, professoras Lourdes Paula e Vanilde e professor Antonio Roberto.










COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: