quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Manifesto dos enfermeiros de Bacabal sobre as péssimas condições da saúde no município

Os enfermeiros da rede de saúde pública do município de Bacabal - MA, insatisfeitos com as péssimas condições de trabalho e falta de estrutura para oferecer serviços de saúde com qualidade, decidiram publicar um manifesto onde demonstram essa insatisfação com a situação.

Leia o manifesto abaixo, em seguida comente com seu perfil do Facebook ou Google/Blogger.

MINIFESTO DOS ENFERMEIROS DE BACABAL

É muito grave o momento por qual passa a Saúde de Bacabal, tanto no aspecto da prestação de serviços a população, como também no que se refere ao tratamento dado pela Gestão Municipal aos Servidores da Saúde.

Queremos aqui, nós, Enfermeiros, manifestar o nosso repúdio e indignação com os Administradores do Município, em especial o Secretário de Saúde Sr. Lílio Estrela de Sá e o Sr. Prefeito Municipal Raimundo Lisboa, que ao manter os nossos salários sempre atrasados por 3 meses, sem dar nenhuma satisfação, como também os servidores da Administração que nos tratam com ironia e desprezo quando buscamos alguma informação.

Sempre que procuramos reinvidicar os nossos direitos, sofremos retaliações por parte do Gestor da Saúde, como transferências, descontos injustificados em folha de pagamento de um salário defasado, sem reajustes e outras. Atitudes como essas são dignas de um sistema ditatorial, que é comum àqueles administradores insensatos, sem compromissos e ultrapassados.

É natural que com tantos desmandos a classe venha a se organizar, como temos feito através do Sindicato dos Enfermeiros do Maranhão, buscando por meio de seus Advogados, reivindicar os nossos direitos, como também manifestar-se em favor da população no sentido de cobrar que lhes sejam dados aquilo que lhes é de direito.

Como todos sabem, os recursos da Saúde são provenientes do Governo Federal por meio do Ministério da Saúde, e são repassados fundo a fundo para o município rigorosamente em dia, conforme datas estipuladas para cada Programa, cabendo ao Estado a supervisão e organização dos serviços e não a responsabilidade dos repasses. Entretanto o Prefeito acha que todo mundo é bobo e responsabiliza o Estado pela falta de recursos.

Acontece que mesmo com esses recursos em dia, não sabemos por qual motivo a Saúde de Bacabal encontra-se na UTI. Porém, mesmo nessas condições, não podemos desistir de lutar por sobrevivência, pois confiamos no Ministério Público e, mais cedo ou mais tarde, as coisas terão que serem solucionadas, uma vez que, já procuramos a Promotoria Pública em outras ocasiões, mas sem sucesso. Entretanto, informamos que o Ministério Público através da Promotoria Pública de Justiça, já ajuizou Ação de Improbidade Administrativa em desfavor do Prefeito Municipal de Bacabal e do Secretário Municipal de Saúde, fazendo juntada da Petição ajuizada e seu respectivo protocolo, cujo número do processo é 2051-39.2012.8.10.00024.

Bacabal tem hoje uma das piores Saúde do Estado. Não tem Medicamentos do Programa de Saúde Pública para HIPERTENSOS, DIABÉTICOS, GESTANTES, faltam materiais básicos de consumo, como por exemplo: esparadrapos, algodão, fitas para esterilização, gesso, seringas, agulhas, produtos de laboratório, impressos, materiais de limpeza, etc.

Tem Consultório Odontológico que não funciona há mais de 5 meses, como por exemplo, o do Centro de Especialidades Dr. Coelho Dias, por falta de material e problemas técnicos nos equipamentos, levando ao CAOS, o programa de Saúde Bucal.

Faltam Médicos no atendimento tanto no Programa Saúde na Família (PSF), como também nos Hospitais, pois a população precisa saber que no PSF, o Médico por norma do programa teria que trabalhar 40 horas semanais, fazendo consultas ambulatoriais, domiciliares, pequenos procedimentos cirurgicos, palestras educativas e, enfim, participar de forma integral dos trabalhos da Equipe com enfoque na prevenção, promoção e reabilitação da saúde.

As Unidades de Saúde estão sucateadas, necessitando de investimentos em suas estruturas físicas, em equipamentos, em recursos humanos com qualificação dos profissionais em busca de um tratamento humanizado e igualitário.

Nós, Enfermeiros, encontramo-nos em dificuldades financeiras, sem dinheiro para pagar nossas contas, para nos alimentar, comprar nossas vestimentas, pagar nossos alugueis, as contas de água, energia, telefone, medicamentos e outras, causando-nos constrangimentos, por conta da irresponsabilidade e falta de compromisso do Gestor Municipal.

Enfim, solicitamos o apoio da imprensa, que no cumprimento do seu papel de divulgar, investigar e colaborar, possa contribuir de uma forma ou de outra na recuperação e reabilitação da Saúde de Bacabal.

Bacabal - Ma, 14 de agosto de 2012.

ENFERMEIROS DE BACABAL
COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

Um comentário:

  1. NOSSA E O POVO AINDA SAEM ANS RUAS GRITANDO É 22...QUE VERGONHA MANTER ESSE POVO NOVAMENTE NA PREFEITURA, VERGONHA MESMO SINCERAMENTE DR. LISBOA E ZÉ VIEIRA NÃO MERECE TER NEM A METADE DOS VOTOS QUE O ZÉ ALBERTO VAI TER...POVO DE BACABAL VAMOS AGIR NÃO VAMOS ENTREGAR MAIS UMA VEZ BACABAL NA MÃO DESSES IRRESPONSÁVEIS QUE NÃO SE PREOCUPAM COM O POVO, VAMOS MUDAR VOTEM NO 15 QUE É A ÚNICA SAÍDA PARA TERMOS UMA BACABAL MELHOR.

    ResponderExcluir