quinta-feira, 26 de abril de 2012

Preso suspeito no assassinato de Décio Sá

A polícia prendeu na noite desta quarta-feira (25), Fábio Roberto Cavalcante Lima, suspeito de estar envolvido no assassinato do jornalista e blogueiro Décio Sá. Ele seria um dos três que deram fuga ao assassino. A polícia chegou ao suspeito por meio das denúncias no Disque-denúncia.

A polícia já ouviu oito pessoas, três que estariam no bar e duas que observaram a fuga. Ainda não foi identificada a procedência da arma.

Fábio Roberto era morador do Parque Vitória e já havia sido condenado por furto. A polícia tinha um mandado de prisão expedido contra ele. Fábio Roberto é o nome mais citado nas ligações do disque-denúncia que apontam seu envolvimento no crime.

As informações sobre os assassinos do jornalista Décio Sá podem ser dirigidas para o disque denúncia. O serviço está oferecendo R$ 100 mil por pistas que levem aos autores do crime. Na Capital o número é 3223 - 5800. No interior do Estado o número 0300 313 5800.

Décio foi assassinado com tiros a queima roupa em um bar na avenida Litorânea, em são Luis - MA, por volta de 23 horas da última segunda-feira (23). Pelas características tudo leva a crer que foi crime de encomenda, pois o jornalista constantemente publicava denúncias sobre falcatruas de políticos e empresários. Clique aqui para saber mais detalhes sobre este crime.
COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: