quinta-feira, 12 de abril de 2012

Clonadores de cartões de banco são presos em Bacabal com dinheiro na poupança (bumbum)

A polícia Militar de Bacabal prendeu nesta quarta-feira (11) quatro homens acusados de clonagem de cartões de banco. Com eles a polícia encontrou quantias em dinheiro, diversos aparelhos celulares e vários cartões dos bancos do Brasil, Bradesco e Caixa Econômica Federal.

Leia reportagem completa e em seguida, comente mais abaixo com seu perfil do Facebook ou do Google/Blogger.

Foram presos José de Ribamar Sousa Barros, conhecido como Pajé, 27 anos e seu irmão Francisco Carlos Sousa da Silva, o Alagoano, 33 anos, e os também irmãos Leilson Alves da Silva, 20 anos, e Francisco Alves da Silva Filho, o Rafael, 22 anos.

Ao serem trazidos para o 1° Distrito Policial, a polícia fez uma revista minuciosa num deles e descobriu que Eleilson Alves da silva tinha mais dinheiro e cartões guardados na poupança, não exatamente numa conta bancária, mas dentro das calças, na parte de trás, ou seja, na bunda.

A polícia chegou até eles por meio de uma denúncia anônima numa ligação para o 190. A informação era de que havia um veículo Ford Fiesta preto e sem placas parado em frente ao banco do Brasil no centro de Bacabal. Os policiais foram até o local mas o carro não se encontrava mais lá. Ao continuar com a busca, a polícia conseguiu interceptar o veículo na rua Frederico Leda, nas proximidades do Colégio Militar Tiradentes e prendeu os irmãos Leilson e Francisco Alves. Os outros dois irmãos, José de Ribamar e Francisco Carlos, foram presos em outro local quando trafegavam numa moto sem placa e sem documentação.

No momento da abordagem os irmãos reagiram à ordem de prisão e tentaram fugir. Os dois já têm passagem pela polícia pelo mesmo crime de clonagem de cartões de banco. Eles fazem parte de uma quadrilha especializada nesse tipo de crime, cujo parte do bando está presa no estado do Pará.

“Foi averiguado que eles se encontravam com vários cartões bancários (...) e os cartões não estavam em seus nomes. Eles foram presos, já que não comprovaram nem a posse, muito menos a propriedade desses cartões.”, afirmou o policial militar, Josidarck Ferreira.
COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: