quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Vídeo de um suposto monstro em lago da Islândia

Um vídeo filmado num lago na Islândia mostra uma criatura estranha, que supostamente seria um monstro. O vídeo foi postado no Youtube e em menos de 5 dias já teve mais de um milhão de visualizações. As imagens foram feitas por Hjörtur Kjerúlf, mostra o monstro conhecido por Lagarfljótsormurinn, que viveria no lago Lagarfljót, segundo o site "Iceland Review".

O Lagarfljótsormurinn é um equivalente islandês do monstro do Lago Ness, na Escócia. Ele foi mencionado pela primeira vez por fontes que datam de 1345.

Segundo a lenda, uma pequena cobra teria sido colocada em um anel de ouro com o objetivo de fazer o metal expandir. No entanto, quando a proprietária retornou para pegar o anel, a joia continuava igual, mas a serpente estava enorme.
Aterrorizada, ela teria atirado a cobra e o anel no lago Lagarfljót, onde "monstro" teria continuado a aumentar de tamanho.

Para muitos, no entanto, o que aparece no vídeo é apenas uma rede de pesca rasgada. Ou seria um 'viral'? Viral é algo que é produzido (um vídeo, texto, ou imagem) com o objetivo de ser disseminado, como um vírus, pelos usuários na internet. geralmente 99% dos virais são falsos.

Veja o vídeo abaixo e tire suas próprias conclusões. Não esqueça de comentar a respeito mais abaixo com seu perfil do Facebook ou do Google/Blogger.



Acesse e veja também:
Sons estranhos do céu assustam o mundo - Ouça nos vídeos e veja se é 'viral' ou realidade
COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: