O que você está procurando neste site? Faça uma PESQUISA na caixa abaixo:

Febre do celular multichip contagia o Brasil

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Há alguns anos, o uso de aparelhos celulares multichips - que permitem o uso simultãneo de mais de um chip - vem se tornando cada vez mais popular no Brasil e no mundo. Segundo a empresa GfK, em 2010, os celulares multichips representavam apenas 2,3% do total de aparelhos no Brasil, em 2011 os multichips subiram para 17%. E mais: dados da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica apontam para 57 milhões de aparelhos comercializados no ano passado somente no Brasil.

Os celulares multichips fazem sucesso exatamente pela comodidade que oferecem: várias operadoras em apenas um único aparelho. Antes da invenção dos multichips, para ter acesso a mais de uma operadora, o usuário tinha que andar com um aparelho e os diversos chips, tendo que colocar cada um deles quando fosse necessário. Ou ainda andar com vários aparelhos celulares, cada um com um chip de uma operadora diferente.

Usar um celular multichip também tem o benefício de gastar menos com a taxa de interconexão, cobrada pelas operadoras. Quando o usuário liga da operadora A para a B, a segunda cobra uma taxa da primeira, e o valor é repassado ao cliente. Ligar para números da mesma operadora é mais barato, e por isso os usuários estariam optando por ter mais de um chip.

Atualmente, a maioria dos celulares multichips podem ser usados dois chips, mas já há modelos dos grandes fabricantes que permitem o uso de três chips, e na pirataria, há aparelhos que pegam até quatro chips.

E você, o que acha dos celulares multichips? Comente abaixo com seu perfil do Facebook ou do Google/Blogger.

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

RESPONSÁVEL PELO SITE
Raimundo de Castro
de Bacabal - MA, Brasil.
Jornalista (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA) formado pelo iBECEC - Instituto Brasileiro de Estatística, Cultura, Educação e Comunicação;
Professor efetivo da Rede Pública Estadual de Ensino do Maranhão, Pedagogo (UEMA), Especialista em Educação, Comunicação e Tecnologia em Interfaces Digitais (Faculdade UniSEB/COC), Web Designer (SENAC), Acadêmico de Sistemas Para Internet (FEBAC), Estudante de Técnico em Informática (Uemanet e Rede e-TEC/MEC). CURRÍCULO LATTES
Desde fevereiro de 2009, já publiquei notícias e você e/ou outros internautas já fizeram comentários. Obrigado pelo acesso ao site e volte sempre.

  ©Castro Digital | Bacabal - MA - Todos os direitos reservados.

Topo