terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Justiça Federal cancela seletivo 2012 do IFMA para cursos técnicos de nível médio

A Justiça Federal cancelou o seletivo 2012 do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA) para cursos técnicos de nível médio, cujas provas foram realizadas no dia 11 de dezembro de 2011. Para alguns alunos que perderam a prova, foi marcado nova prova no próximo dia 8 de janeiro, mas a justiça também suspendeu a realização destas provas.

Toda essa confusão é por culpa do próprio IFMA que confundiu os alunos quanto ao horário de fechamento dos portões. No edital, o horário era às 13 horas, já no cartão de confirmação com local de prova, era às 13:30 horas. Com isso, cerca de 28% dos inscritos no seletivo, cujo total era cerca de 48 mil, perderam a prova. Em todo estado, eram 128 locais de provas, todos eles fecharam os portões às 13 horas em ponto.

Em alguns locais, como o que ocorreu no colégio Cintra no bairro Anil em São Luís, candidatos revoltados com a situação, arrombaram um cadeado e derrubaram um dos portões da escola. O episódio levou o IFMA a suspender o seletivo no local. Situações semelhantes aconteceram em outros locais de prova no Estado.

Por causa de todos esses problemas, ainda no mês de dezembro, o Ministério Público Federal (MPF) entrou com uma ação civil pública pedindo o cancelamento do seletivo. Como a justiça decidiu pelo cancelamento, marcou também uma audiência de conciliação entre MPF e IFMA para o dia 9 de janeiro de 2012.
COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: