quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Caixa testa pagamento de compras via celular

A Caixa Econômica Federal lançou projeto piloto de pagamento de compras pelo celular. O serviço começou a funcionar ontem (7) em Fortaleza, em aparelhos comuns e smartphones. Inicialmente, serão atendidos mil moradores do Conjunto Palmeira. A estimativa é que, durante os seis meses do piloto, cada cliente realize em torno de 30 transações por meio do celular. O projeto é uma parceria da Caixa com a MasterCard, Redecard, Vivo e o Banco Palmas, do Ceará.

“Inicialmente, o público-alvo será formado pelos clientes da Caixa, incluindo os beneficiários do Programa Bolsa Família que têm conta bancária”, diz a Caixa.

A ferramenta acessa a função do cartão de débito no celular. Para utilizar o serviço, o cliente interessado deverá ter uma conta Caixa Fácil, que é isenta de tarifa e pode ser aberta no Banco Palmas, em Fortaleza. Os usuários da ferramenta podem fazer suas compras em estabelecimentos comerciais credenciados pela Redecard e diretamente de pessoas físicas, tais como vendedores autônomos e representantes comerciais.

Para usar a funcionalidade, o cliente acessa o menu do telefone e insere apenas quatro informações, a senha do aplicativo, o código do estabelecimento cadastrado, o valor e a senha do cartão. A transação é confirmada por mensagem de texto (SMS) para o cliente e para o lojista. A aplicação permite também a compra de recarga de celulares com débito direto na conta.
________________  
Referência: Agência Brasil.
COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: