O que você está procurando neste site? Faça uma PESQUISA na caixa abaixo:

MEC quer suspender faculdades com notas ruins no ENADE

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

O Ministério da Educação informou que pretende suspender 50 mil vagas em cursos superiores nas áreas de saúde, administração e ciências contábeis que tiveram notas abaixo de 3 no Índice Geral de Cursos (IGC). Dos 4.143 mil cursos avaliados em 2010 pelo Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), 594 não atingiram resultado satisfatório, com nota 1 ou 2 no IGC, indicador que varia em uma escala de 1 a 5. Entre os cursos avaliados, 1.115 ficaram sem conceito porque não tinham um número mínimo de estudantes concluindo o curso.

Considerando apenas as graduações que obtiveram IGC, as com nota baixa representam 20% do total. Os cursos com IGC 4 ou 5 são considerado bons e os com nota 3, satisfatórios. Cerca de 80% tiveram resultado entre 3 e 5 e só 58 cursos podem ser considerados de excelência, com CPC máximo (5). O conceito leva em consideração, além dos resultados do Enade, a infraestrutura da escola, o corpo de professores e o projeto pedagógico.

O Ministério da Educação (MEC) vai cortar vagas de todos os cursos que obtiveram IGC 1 ou 2 em 2010 e que tenham registrado resultado insatisfatório em outros ciclos do Enade (2008 ou 2009). A previsão é que 50 mil vagas sejam cortadas em diferentes áreas até o fim de 2011. Para o ministro da Educação, Fernando Haddad, o Sistema Nacional de Avaliação do Ensino Superior (Sinaes) baliza a expansão das vagas da educação superior no país porque prevê medidas de correção dos problemas para as instituições e cursos com baixos resultados.

A instituição com maior índice contínuo (4,89) é privada – é a Escola Brasileira de Economia e Finanças (Ebef), que fica no estado do Rio de Janeiro e é vinculada à Fundação Getúlio Vargas (FGV). A Faculdade de Administração de Empresas (Facamp) foi a segunda colocada, com 4,74 pontos. Ambas são particulares.

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que pela primeira vez participou da avaliação, obteve a liderança no ranking entre as universidades e instituições públicas neste ano, com 4,69 pontos. A Universidade de São Paulo (USP), que costuma aparecer em primeiro lugar entre as instituições brasileiras em rankings internacionais, não aparece na avliação pois não participa do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), que é usado no cálculo da nota.

No total, apenas 27 instituições tiveram nota cinco – delas, 64 são públicas. As outras 11 são privadas. Todas elas estão concentradas em seis estados (ES, MG, RJ, RS, SC e SP).

Entre as instuições com as piores nota aparece em primeiro lugar a Escola de Música e Belas Artes do Paraná (Embap), com 0,57 pontos. Em seguida está a Faculdade de Odontologia de Manaus (FOM) e a Faculdade de Comunicação Pitágoras - unidade Guarapari (ES), com 0,75 pontos.

VEJA AS NOTAS DAS UNIVERSIDADES DO MARANHÃO NO ENADE 2010

COM NOTA 3
Universidade Federal Do Maranhão
Universidade Estadual Do Maranhão
Instituto Federal De Educação, Ciência E Tecnologia Do Maranhão
Centro Universitário Do Maranhão
Faculdade Santa Fé
Unidade De Ensino Superior Dom Bosco

COM NOTA 2
Faculdade Santa Terezinha
Faculdade Atenas Maranhense
Faculdade De Educação São Francisco
Faculdade De Ciências Humanas E Sociais Aplicadas
Faculdade De Imperatriz
Faculdade Atenas Maranhense De Imperatriz
Faculdade Do Vale Do Itapecurú
Faculdade Do Maranhão
Instituto De Ensino Superior Do Sul Do Maranhão
Faculdade Do Estado Do Maranhão
Instituto Florence De Ensino Superior
Faculdade Do Baixo Parnaíba
Instituto De Ensino Superior Múltiplo
Faculdade Maranhense São José Dos Cocais

SEM CONCEITO
Instituto De Estudos Superiores Do Maranhão
Faculdade Evangélica Do Meio Norte
Faculdade De Educação Santa Terezinha
Faculdade Pitágoras De São Luiz
Faculdade De Ciências E Tecnologia Do Maranhão
Faculdade De Balsas
Faculdade De Educação De Bacabal - Febac

Clique aqui e confira o IGC de todas as universidades do Brasil

Atualização em 19 de novembro de 2011, sábado

LISTA DE UNIVERSIDADES QUE TIVERAM VAGAS ELIMINADAS NO CURSO DE MEDICINA POR TEREM BAIXO DESEMPENHO EM AVALIAÇÃO DO MEC

O Ministério da Educação (MEC) anunciou na edição de sexta-feira (18) do Diário Oficial da União a eliminação de 514 vagas em 16 cursos superiores de medicina. Das 16 instituições afetas pela decisão desta sexta-feira, nove estão no estado de Minas Gerais e duas, em Rondônia. As demais estão espalhadas por São Paulo, Rio de Janeiro, Maranhão, Mato Grosso e Tocantins.

Universidade José do Rosário Vellano (Unifenas) – MG
Universidade do Oeste Paulista (Unoeste) – SP
Universidade Iguaçu (Unig) – RJ
Faculdade São Lucas (FSL) – RO
Instituto Metropolitano de Ensino Superior (Imes) – MG
Centro Universitário do Maranhã (Uniceuma) – MA (11 vagas)
Faculdades Integradas Aparício Carvalho (Fimca) – RO
Universidade de Cuiabá (Unic) – MT
Faculdade de Medicina de Itajubá (FMIT) – MG
Faculdade da Saúde e Ecologia Humana (FASEH) – MG
Universidade Presidente Antônio Carlos (Unipac) – MG
Universidade do Vale do Sapucaí (Univas) – MG
Faculdade Presidente Antônio Carlos (Fapac) – TO
Universidade do Rio Verde (Unincor) – MG
Universidade Presidente Antônio Carlos (Unipac) – MG

Seja o primeiro a comentar ;)

Postar um comentário

RESPONSÁVEL PELO SITE
Raimundo de Castro
de Bacabal - MA, Brasil.
Jornalista (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA) formado pelo iBECEC - Instituto Brasileiro de Estatística, Cultura, Educação e Comunicação;
Professor efetivo da Rede Pública Estadual de Ensino do Maranhão, Pedagogo (UEMA), Especialista em Educação, Comunicação e Tecnologia em Interfaces Digitais (Faculdade UniSEB/COC), Web Designer (SENAC), Acadêmico de Sistemas Para Internet (FEBAC), Estudante de Técnico em Informática (Uemanet e Rede e-TEC/MEC). CURRÍCULO LATTES
Desde fevereiro de 2009, já publiquei notícias e você e/ou outros internautas já fizeram comentários. Obrigado pelo acesso ao site e volte sempre.

  ©Castro Digital | Bacabal - MA - Todos os direitos reservados.

Topo