quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Greve dos PMs e Bombeiros do MA é declarada ilegal pela justiça menos de 24 hs após início

Quem disse que a justiça é lenta? A do Maranhão não é, pelo menos em se tratando de decisões a favor do governo e em desfavor dos trabalhadores. Em menos de 24 horas, a greve da Pollícia Militar e dos Bombeiros foi declarada ilegal pelo Tribunal de Justiça do Maranhão.

A decisão do desembargador Stélio Muniz, deferiu liminar na manhã desta quinta-feira (24) durante o plantão judiciário determinando a imediata suspensão do movimento, sob pena de multa diária de R$ 200,00 por integrante das forças, e o desconto da remuneração pelos dias parados. A greve começou na noite de quarta-feira (23) portanto, a ilegalidade foi decretada em menos de 24 hs após o início da greve.

O pedido foi ajuizado pelo Estado do Maranhão, alegando que o movimento seria ilegal, segundo decisão anterior do ministro Eros Grau, do Supremo Tribunal Federal (STF), em matéria semelhante, considerando a atividade de segurança pública como serviço público essencial, não alcançável pelo direito de greve.

PEDIDA PRISÃO DOS LÍDERES DO MOVIMENTO

E na tarde desta quinta-feira (24) O Governo do Maranhão pediu a prisão dos líderes do movimento grevista da Plícia Militar e Bombeiros. Se a justiça trabalhar rápido, como fez ao declarar a greve ilegal, logo esses policiais estarão atrás das grades.
COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: