domingo, 16 de outubro de 2011

Maranhão realiza Semana de Ciência e Tecnologia

O Maranhão realiza a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT) e a II Mostra Científica Maranhense, parte da programação da Semana, que acontece em todo o Brasil, de segunda-feira (17) a sábado (22). O evento acontece numa área de 7.000 metros quadrados, 38 estandes, cinco auditórios e várias tendas, onde serão realizadas atividades, palestras, exposições de pôsteres e protótipos de inovação e minicursos. A abertura acontece às 16h, pela secretária de Estado de Ciência e Tecnologia (Sectec), Olga Simão, e pela diretora-presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico do Maranhão (Fapema), Rosane Nassar Meireles Guerra.

Às vésperas do quarto centenário de São Luís, a capital maranhense será homenageada na mostra científica por meio de uma mesa multi-touch, na qual os participantes poderão fazer um passeio virtual pelo Centro Histórico da cidade, sendo essa uma das novidades na programação deste ano. Em São Luís, a cidade da ciência e tecnologia será montada no estacionamento do São Luís Shopping. O evento é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Ciência e Tecnologia (Sectec), e da Fundação de Amparo à Pesquisa e ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Maranhão (Fapema).

O tema tratado este ano será “Mudanças climáticas, desastres naturais e prevenções de risco”. “Uma oportunidade para que o desenvolvimento seja pensado de forma sustentável, principalmente no Maranhão, onde o crescimento industrial precisa ser planejado a fim de que possíveis danos ambientais possam ser evitados”, observou a secretária Olga Simão destacando que a preservação ambiental é uma das grandes preocupações do governo.

ATRAÇÕES

A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, só no Maranhão, espera receber mais de 20 mil pessoas. Todo esse público será atraído por uma vasta programação, que envolve tecnologia, inovação e interatividade. Dentre as ações, um cubo mágico interativo, que escaneia pessoas e faz projeções tridimensionais, transformando-as em avatares no mundo virtual. O planetário, que foi uma das atrações mais procuradas pelos estudantes na última edição da Semana, estará de volta. “Queremos criar ambientes de aproximação da sociedade com a ciência e tecnologia, que são estratégicas para se promover o desenvolvimento”, destacou Rosane Guerra, diretora-presidente da Fapema.

Outra atividade que promete atrair as atenções é a “Noite no Museu”, que tem a parceria do Centro de Pesquisa de História Natural e Arqueologia do Maranhão. O objetivo é motivar os jovens a exercitarem a leitura, a escrita e o desenho. Para tanto, os participantes contarão com o auxílio de monitores, que irão conduzi-los em uma viagem ao passado remoto há cerca de 95 milhões de anos, quando o Maranhão era povoado por dinossauros, répteis voadores, crocodilos de 50 cm a 6 metros de comprimento e inúmeros outros habitantes pouco conhecidos. Além disso, a atividade contará com dramatizações das lendas maranhenses e um painel interativo.

EXPECTATIVA

O Maranhão tem a grande responsabilidade de superar os resultados da SNCT de 2010, quando, de acordo com o Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT), ocupou o 3º lugar no ranking dos estados do Nordeste e 8º lugar no Brasil em número de atividades durante os sete dias de realização da Semana, com 350 ações no total.

O principal objetivo do evento é mobilizar a população, em especial crianças e jovens, em torno de temas e atividades de ciência e tecnologia, valorizando a criatividade, a atitude científica e a inovação. “Será um evento grandioso que busca difundir o conhecimento científico e inovações tecnológicas por meio de trabalhos e experiências”, afirmou Olga Simão, secretária de Estado da Ciência e Tecnologia.

O evento é aberto ao público e reúne instituições de ensino e pesquisa, universidades, professores e pesquisadores para discutir o tema da Semana e sugerir medidas preventivas mais adequadas a serem adotadas em escala local e global.

INTERAÇÃO

Este ano, todos os municípios do Maranhão foram convidados a participar do evento. A Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia e a Fapema fizeram um chamamento para que os prefeitos também realizassem atividades em suas cidades.

Os municípios interessados receberam incentivos do Governo do Estado. Caxias, Chapadinha e Bacabal, por exemplo, realizarão atividades com o apoio da Fapema. Os projetos foram aprovados por meio do edital de incentivo Programa de Apoio à Popularização da Ciência e Tecnologia/Semana Nacional De Ciência e Tecnologia – SCT, que contemplou 15 projetos com recursos que variaram de R$ 2 mil a R$ 4 mil.

O evento tem como parceiros nesta edição as secretarias de estado de Meio Ambiente (Sema), Educação (Seduc), Segurança Pública (SSP), Corpo de Bombeiros, as Universidades Federal (Ufma) e Estadual do Maranhão (Uema), Uniceuma, Instituto Federal do Maranhão (Ifma), CEST, Faculdade São Luís, Instituo Florence, entre outras instituições de ensino superior. São, também, parceiros na realização do evento a Vale, Alumar, Eletronorte, Suzano, Renosa e o Centro de Lançamento de Alcântara (CLA).
________________
Informações da Assessoria de Comunicação do Governo do Maranhão.


RECOMENDE ESTA NOTÍCIA PARA SEUS AMIGOS NO FACEBOOK
COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: