domingo, 5 de junho de 2011

FBI investiga ataque contra Gmail por hackers chineses

O FBI, polícia federal americana, abriu uma investigação para apurar o ataque contra diversas contas de e-mail do Google supostamente realizado por hackers chineses, confirmou na quinta-feira (2) Jay Carney, porta-voz da Casa Branca.

Carney negou que contas de e-mail de funcionários do governo dos Estados Unidos tenham sido hackeadas. "Não temos razões para crer que e-mails de funcionários americanos tenham sido violadas". Carney, no entanto, evitou responder perguntas sobre o envolvimento da China no ataque.

O porta-voz ainda ressaltou que o presidente americano, Barack Obama, está "a par da acusação do Google" e que recebe "atualizações regulares" sobre o tema. "As ameaças às infraestruturas de informação e comunicação são um sério desafio econômico e de segurança para os EUA e seus aliados. Por isso, o presidente fez da segurança digital uma de seus principais prioridades", acrescentou.


Autoridades norte-americanas disseram que funcionários do governo foram instruídos a não usar contas privadas para discutir assuntos confidenciais. No entanto, o governo dos EUA confirmou que irá checar se contas privadas de autoridades foram atingidas.

As declarações de Carney foram divulgadas pouco depois de a secretária de Estado, Hillary Clinton, qualificar as acusações do Google à China como muito sérias. "Esperamos que o governo chinês dê uma explicação", disse Clinton, em comunicado.

O Google revelou na quarta-feira (1) que hackers desconhecidos, aparentemente vindos da região central da China, tentaram invadir contas de centenas de usuários do seu sistema de e-mails, incluindo de autoridades importantes do governo norte-americano, ativistas chineses e jornalistas.

Em Pequim, Hong Lei, um porta-voz do Ministério de Relações Exteriores, negou as acusações que classificou de inaceitáveis e infundadas. "Os ataques são um problema internacional do qual a China também é vítima. As acusações dos supostos ataques são totalmente infundadas e têm motivos ocultos", manifestou Hong.
________________
Referência: informações do Portal G1 e agências internacionais EFE e Reuters.


RECOMENDE ESTA NOTÍCIA PARA SEUS AMIGOS NO FACEBOOK
CADASTRE SEU E-MAIL E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES DO SITE
COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: