segunda-feira, 30 de maio de 2011

TJ do MA discrimina deficientes visuais em prova de concurso

Dois deficientes visuais não puderam realizar a prova do concurso público do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJ-MA) nesse domingo (29). Os deficientes visuais impedidos de realizarem o concurso do TJ-MA foram: Manoel do Vale e Adriane Castro Santos. Manoel, que é estudante de Direito da Universidade Federal do Maranhão, iria concorrer ao cargo da auxiliar judiciário. Já Adriane, que é assistente social, tentou fazer a prova para o cargo de analista judiciário.

Os dois deficientes visuais haviam solicitado, previamente, para a coordenação do concurso, uma prova específica, com letras maiores ou em braile, pois ambos ainda possuem cerca de 5% a 10% da visão.

Solicitaram, ainda, a presença de um ledor (pessoa que lê a prova), mas quando chegaram ao local da prova, no Colégio Máster, no Filipinho, tiveram a triste notícia que seus pedidos haviam sido indeferidos e receberam a mesma prova que os outros inscritos para o concurso do TJ-MA.

Sem, obviamente, conseguirem ler a prova, retiraram-se do local e foram ao Plantão do Cohatrac para registrar um boletim de ocorrência. Mas lá, a informação que tiveram é que o nobreak da delegacia havia sido roubado e com isso os computadores não estavam funcionando. E, mudando um pouco de assunto: será que esse equipamento foi roubado pelos próprios funcionários da delegacia ou era apenas preguiça para registrar o BO?


Somente na manhã desta segunda-feira (30), os dois deficientes visuais iriam registrar o B.O.

Essa não é a primeira vez que o Tribunal de Justiça do Maranhão é acusado de discriminar deficientes visuais. No concurso público para juiz de 2008, o edital publicado pelo TJ-MA proibia a participação de deficientes visuais, pois a prova não poderia ser feita em braile, com a alegação que “o trabalho de juiz não pode ser feito por cegos”. O Ministério Público do Maranhão, à época, chegou a sugerir ao TJ-MA a exclusão da proibição no edital.

No Maranhão, há, aproximadamente, 920 mil pessoas que possuam algum tipo de deficiência visual, correspondendo a 16,13% da população.
________________
Com informações do Portal IMirante.com e do Blog do Jorge Aragão.


RECOMENDE ESTA NOTÍCIA PARA SEUS AMIGOS NO FACEBOOK

CADASTRE SEU E-MAIL E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES DO SITE
COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: