terça-feira, 24 de maio de 2011

Rede estadual do MA encerrará ano letivo em 23 de dezembro

A secretária de Educação, Olga Simão, se reuniu, nesta segunda-feira (23), com os 19 gestores das Unidades Regionais de Ensino (UREs) e corpo técnico da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), para discutir as diretrizes do calendário letivo do ano de 2011, após o fim da greve dos professores.

No encontro, que aconteceu até esta terça-feira (24), ficou estabelecido que será seguido o calendário instituído pelo Estado, que determina o término das aulas no dia 23 de dezembro.


A reunião com os gestores tem por finalidade o mapeamento de déficit de carga horária por disciplina e dos dias letivos. A partir desse levantamento, cada escola irá reprogramar seu calendário, obedecendo à legislação em vigor e a matriz curricular de cada disciplina, ou seja, cada escola deverá cumprir os 200 dias letivos (no mínimo), os conteúdos curriculares e a carga horária de cada disciplina, assegurando assim os direitos constitucionais do aluno.

“O governo do Estado está trabalhando de forma incansável para garantir aos nossos jovens uma educação de qualidade. É nessa perspectiva que firmamos uma parceria de cooperação técnica com o Ministério da Educação (MEC) e com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), para reestruturação de toda rede pública estadual de ensino. Esse encontro com os gestores vai nos permitir encontrar os caminhos para o cumprimento do calendário escolar de 2011 e o planejamento das aulas para preparar nossos alunos para o Enem”, destacou a secretária Olga Simão.

Segundo Cláudia Brasil, gestora da URE de Pedreiras, esse momento é importante para que seja feito um mapeamento criterioso para minimizar os prejuízos deixados com a greve dos professores.

“É importante essa discussão neste momento, pois iremos pensar o calendário escolar 2011, dentro das especificidades de cada URE. Iremos utilizar todo o tempo possível para que possamos cumprir os prazos estabelecidos pela Seduc. Nesse sentido, contamos com a sensibilidade dos nossos professores, para que os prejuízos para os nossos alunos sejam minimizados”, afirmou.
________________
Referência: Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado da Educação do Maranhão.


RECOMENDE ESTA NOTÍCIA PARA SEUS AMIGOS NO FACEBOOK

CADASTRE SEU E-MAIL E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES DO SITE
COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: