segunda-feira, 16 de maio de 2011

Casal dá nome "Curtir" para filha em homenagem ao Facebook

Um casal israelense queria dar um nome original à filha recém-nascida e buscou inspiração no Facebook para chamá-la de “Like” (o botão “Curtir”, em português), conforme reportou o jornal Maariv nesta segunda-feira (16). O recurso “curtir” da rede social permite que os usuários coloquem um sinal de positivo em comentários e fotos.

“Colocamos o nome de ‘Like’ porque é moderno e inovador”, disse que o pai da menina, Lior Adler. “Eu busquei saber antes se alguém já tinha esse nome em Israel, o que era uma condição importante para mim”, completou. “Em nossa opinião, ‘Like’ é o equivalente moderno para o nome Ahava (amor). É apenas a minha maneira de dizer a minha filha 'amor'”, disse.


Adler e sua mulher, Vardit, gostam de buscar nomes diferentes para os seus filhos. A primeira filha do casal recebeu o nome de "Pie", "torta" em inglês. A segunda menina se chama "Vash", em hebraico para a palavra "mel".

Logo que “Like” chegou ao mundo, os pais postaram a foto da menina no Facebook, que se tornou um hit instantâneo, segundo o pai. “Quando eu postei a foto dela e o nome, recebi uns 40 “curtir”, disse. “Considerando que eu tenho pouco mais de 100 amigos na rede, é muito”.
________________
Referência: Portal G1.


RECOMENDE ESTA NOTÍCIA PARA SEUS AMIGOS NO FACEBOOK

CADASTRE SEU E-MAIL E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES DO SITE
COMENTE ESTA NOTÍCIA COM SEU PERFIL DO FACEBOOK OU SE PREFERIR, MAIS ABAIXO COM SEU PERFIL DO GOOGLE/BLOGGER - REGRAS: Não é permitido comentário sem identificação. Comentários feitos com conta Fake ou conta do Google do tipo Unknow (Desconhecido) não serão publicados. Todos os comentários são moderados previamente, por isso, não repita o mesmo comentário, pois ele só vai aparecer aqui após aprovação. Comentários com acusações e/ou palavras de baixo calão também serão imediatamente deletados e, se for o caso, o perfil pode até ser banido e não mais permitido que publique nenhum comentário. Também não é permitido comentário com nenhum tipo de publicidade.

0 comentários: